Por Ricardo Dosan (*) Modelo de jato executivo de maior frota no Brasil com 93 unidades registradas, o Phenom 100 da Embraer celebra 10... Os dez anos de sucesso do Phenom  100

Por Ricardo Dosan (*)

Modelo de jato executivo de maior frota no Brasil com 93 unidades registradas, o Phenom 100 da Embraer celebra 10 anos do seu primeiro voo. Foi no dia 26 de julho de 2007, exatamente às 10:55, que o protótipo de testes ganhou os céus quando o Comandante Antonio Bragança Silva comunicou a rotação da aeronave. Naquele momento surgia uma nova referência para o segmento de jatos leves. O Phenom 100 foi certificado em dezembro de 2008, seguido da primeira entrega para um cliente americano que percebeu na aeronave brasileira o potencial que levou outras centenas de clientes de 37 países a adquirir a aeronave, entre eles pilotos-proprietários, operadores de charter e empresas de propriedade compartilhada. Atualmente, mais de 350 jatos Phenom 100 estão em operação.

Com novos aviônicos e motores modificados, a aeronave oferece agora ainda mais velocidade e desempenho superior, principalmente em aeroportos de regiões com condições de baixa densidade de ar em razão de temperaturas altas e elevada altitude. A versão Phenom 100EV, oferece uma comodidade diferenciada frente a qualquer competidor de sua classe e uma relação de desempenho e custo operacional imbatível, podendo levar confortavelmente quatro passageiros e dois pilotos ou até oito ocupantes (incluindo tripulação em operação de piloto único), conforme a configuração de interior. A aeronave atinge velocidade máxima de 750 km/h, alcance de 2.182 km (São Paulo-Recife) e requer uma única parada para manutenção ao ano ou a cada 600 horas de voo, um recorde para a categoria. Uma curiosidade: o interior da aeronave foi concebido pela Embraer em parceria com a BMW, algo até então inusitado para a indústria aeronáutica.

Recentemente, a Embraer entregou o primeiro jato Phenom 100 para o Affinity Flight Training Services. A aeronave foi selecionada para fornecer Treinamento de piloto multi-motor para as Forças Armadas do Reino Unido, como parte do programa de treinamento de voo militar (UKMFTS) do Ministério da Defesa do Reino Unido. O contrato com a Affinity compreende uma encomenda firme para cinco Phenom 100 e serviços, bem como uma opção para uma aeronave adicional.
O Phenom 100 também é utilizado para treinamento de cadetes da Emirates e Etihad, na fase de transição dos alunos de aeronave a pistão para os jatos comerciais de grande porte.

 

(*) Ricardo Dosan é assessor de imprensa da EMBRAER. É também o único jornalista brasileiro com pós-graduação no ITA em Segurança de Voo. 

Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acompanhe também o Blog do Pannunzio